Home
Como Comprar Ações: Tudo o que Você Precisa Saber

Como Comprar Ações: Tudo o que Você Precisa Saber

Se você é novo no mundo dos investimentos, este guia lhe dirá o que você precisa saber sobre a compra de ações. Não apenas como comprar ações, mas também por que você pode querer comprá-las. E se você for um negociador mais experiente de outros ativos financeiros (como criptomoedas), pode usar este guia como um curso de conversão rápida para investir em ações.

Como comprar Ações em 5 etapas fáceis

  1. 1
    Visite o eToro através do link abaixo e inscreva-se inserindo seus dados nos campos obrigatórios.
  2. 2
    Forneça todos os seus dados pessoais e preencha um questionário básico para fins informativos.
  3. 3
    Clique em 'Depositar', escolha seu método de pagamento favorito e siga as instruções para depositar em sua conta.
  4. 4
    Pesquise sua ação favorita e veja as principais estatísticas. Quando estiver pronto para investir, clique em 'Negociar'.
  5. 5
    Insira o valor que deseja investir e configure sua negociação para comprar ações.

Como encontrar o melhor corretor?

Há muito o que aprender sobre a compra de ações de uma perspectiva teórica, e quando você passar da teoria à prática, precisará encontrar o corretor de bolsa certo para você. Embora muitos corretores ofereçam serviços quase idênticos, algumas diferenças podem tornar um corretor mais atraente do que outro. Vejamos algumas dessas diferenças.

1. Regulamentação

Assim como você não confiaria num banco que não fosse regulamentado pelo regulador financeiro de seu país, o mesmo deveria ser verdadeiro para seu corretor de ações. No Reino Unido, por exemplo, o seu corretor deveria ser regulamentado pela Autoridade de Conduta Financeira e seus investimentos em dinheiro deveriam ser protegidos - até £85.000 no momento da redação - pelo Esquema de Compensação de Serviços Financeiros (FSCS). Observe, no entanto, que a proteção FSCS é por pessoa e por empresa, então você não se beneficiará do dobro da proteção se escolher dois corretores ou bancos que façam parte do mesmo grupo. Verifique o registro da FCA antes de investir por meio de um banco ou corretora.

Em Portugal, o seu corretor deverá ser regulamentado pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e junto com este o Sistema de Indemnização aos Investidores (SII), pessoa colectiva de direito público, que protege os pequenos investidores. Este sistema protege parcialmente os investidores no caso dos bancos ou corretoras entrarem em falência. Porém, o SII só reembolsa um máximo de 25 000 euros. O valor é estabelecido por investidor e não por conta.

Verifique o registo na CMVM antes de investir por meio de um banco ou corretora.


2. Taxas, comissões e encargos

Investir em ações tem um custo. Existem várias taxas, comissões e cobranças que podem prejudicar o retorno do seu investimento:

●      A Comissão de Transação varia consoante o intermediário financeiro e o mercado onde a empresa em que pretende investir está cotada. Estas taxas podem ser fixas ou podem ser um percentagem do capital aplicado. Alguns corretores cobram taxas mais baixas quando você faz mais negócios, mas os traders de longo prazo não precisam se preocupar muito com as taxas de negociação, desde que não sejam muito altas.

●    Taxas de fundos de investimento de até 1% (normalmente) serão cobradas pelo gestor do fundo se você comprar fundos de ações em vez de ações individuais através de sua corretora.

●     Comissão por guarda de títulos é um custo pela manutenção de uma conta de títulos. Este pode ser um valor fixo, pago ao trimestre ou ao semestre, ou variável, cobrança de uma percentagem sobre os valores que fazem parte da conta, com um limite mínimo e um máximo). Sobre o valor da comissão acresce ainda o IVA à taxa legal em vigor.

●     Na Comissão por transferência de valores mobiliários entre contas o investidor que queira movimentar a sua carteira de títulos para outra instituição financeira implica também mais custos. Antes de pedir transferência, é importante verificar se o valor da sua carteira de títulos vai compensar os custos de transferência.

Esta lista não exaustiva indica os tipos de taxas às quais você pode estar sujeito por seu corretor, e o truque - é claro - é minimizá-las o máximo possível. Dito isso, "não existe almoço grátis" porque as empresas que afirmam não cobrar comissões por transação devem ganhar seu dinheiro de alguma outra maneira. Uma delas é impor um spread bid-ask mais amplo, que é a diferença entre o preço que você paga quando compra ações e o preço que recebe quando as vende de volta ao corretor.

3. Métodos de Pagamento

A maioria dos corretores permite que você deposite dinheiro (a ser investido) por cartão de crédito/débito ou transferência bancária, sendo que o primeiro normalmente é aplicado imediatamente e o último leva de duas horas a três dias para aparecer em sua conta. Alguns corretores também permitem que você deposite dinheiro por meio de outros métodos mais convenientes, como o PayPal.

Os mesmos métodos devem estar disponíveis para saques, mas a maioria dos corretores deseja que você confirme que é o proprietário de um cartão de débito ou conta bancária antes de enviarem o dinheiro de volta. Eles podem pedir a você, por exemplo, para enviar ou fazer upload de um extrato bancário mostrando seu depósito original.

Ao depositar ou sacar dinheiro em outras moedas, você precisa estar ciente da taxa de câmbio e de quaisquer encargos de conversão de moeda.

4. Quantas ações estão disponíveis?

Nem todos os corretores de ações e outras plataformas de negociação de ações oferecem todas as ações. Por exemplo, algumas plataformas estão limitadas a oferecer ações de grande nome "blue chip" (como as listadas no índice FTSE 100), mas não as ações de small cap, ou seja de pequena capitalização, como as negociadas no mercado de investimento alternativo do Reino Unido (AIM).

Sua escolha de ações a serem compradas também pode ser limitada pelo tipo de conta que você possui. Por exemplo, uma ação e participações ISA ou SIPP podem limitar você a investir em empresas do Reino Unido.

Certifique-se de que seu corretor preferido permite que você compre as ações que deseja antes de se inscrever.

 

Aprenda o Básico

Antes de comprar suas primeiras ações, você precisará se familiarizar com o básico sobre ações, mercados de ações, propriedade de ações, movimentos de preços de ações.

O que são ações?

As ações também são referidas como ações ou participações. Em termos simples, as ações são as empresas que você já ouviu falar (e algumas que você não tem) como Tesla, BP e AB Dynamics. As ações são uma das "classes de ativos" em que você pode investir, ao lado de outras classes de ativos, como ouro e petróleo.

Como funciona o mercado de ações?

Um mercado de ações atua como qualquer outro mercado no sentido de que é um lugar para comprar ou vender mercadorias. Neste caso, os bens são ações de uma empresa.

Assim como existem vários mercados em sua cidade, país e continente, existem vários mercados de ações no Reino Unido, EUA e em todo o mundo. Alguns dos mercados de ações de que você deve ter ouvido falar são a Euronext Lisboa (EURONEXT), London Stock Exchange (LSE), a New York Stock Exchange (NYSE) e a Nasdaq.

Nos bastidores, os “market makers” (criadores de mercado) garantem que haja (quase) sempre ações disponíveis para você comprar e (quase) sempre alguém para quem suas ações sejam vendidas, para que compradores e vendedores não precisem ser comparados a cada comércio. Simplificando, eles fornecem liquidez no mercado.

Observe que há uma diferença entre um índice de ações e um mercado de ações. O índice FTSE 100 não é um mercado de ações; é uma lista das 100 maiores empresas negociadas na Bolsa de Valores de Londres. O Dow Jones não é um mercado de ações; é uma lista das 30 principais empresas negociadas nas bolsas de valores dos Estados Unidos. Alguns corretores de ações e plataformas de negociação tornam as coisas um pouco confusas, referindo-se ao FTSE 100, Dow Jones e outros índices de ações como “mercados” que você pode negociar.

O que significa possuir ações?

Quando você compra ações, você está comprando a propriedade parcial de uma empresa como a Apple ou BP, o que significa que você tem direito a uma parte dos lucros dessa empresa na forma de dividendos (se algum for declarado e pago), bem como posição para se beneficiar de qualquer valorização do preço das ações. Em contraste, investir em outros tipos de ativos, como commodities (por exemplo, ouro ou petróleo), só permite que você se beneficie da valorização do preço porque não há "lucros" a serem pagos.

Ser um acionista também te dá teoricamente o direito a certas vantagens - como livros com desconto das editoras da Bloomsbury - e a capacidade de votar nas reuniões da empresa, mas isso depende do tipo de ações que você possui. Como um investidor de varejo, você terá ações ordinárias em vez de ações preferenciais, o que significa que você estará mais abaixo na linha quando se trata de receber dividendos ou reivindicar ativos da empresa em caso de falência.

O que move o preço das ações de uma empresa?

Em teoria, o preço de uma ação (ou seja, o preço de sua ação) é uma medida do valor intrínseco da empresa. Portanto, o preço das ações de uma empresa deve subir se ela tiver lucros maiores enquanto vende mais produtos e serviços.

Na prática, o preço de uma ação também tem um componente especulativo que depende de quão popular a ação é, entre os investidores que acham que o preço vai subir e eles podem simplesmente vender suas ações para um "tolo maior" no futuro.

No dia a dia, o preço de uma ação pode ser movido por notícias (por exemplo, um novo produto ou anúncio de lucro), eventos mundiais (por exemplo, o início de uma guerra), taxas de câmbio e fatores técnicos, como traders vendo um padrão num gráfico de preços que eles acreditam pressagiar uma grande mudança de preço.

Esteja ciente de que os preços das ações nem sempre se movem em uma direção intuitiva. Por exemplo, se uma empresa anuncia lucros trimestrais mais altos, o preço de suas ações pode ficar estável ou mesmo cair, em vez de subir, porque os participantes do mercado já "precificaram" o nível esperado de lucros. Nesse caso, os ganhos teriam de ser melhores do que o esperado para elevar o preço das ações.

O que considerar antes de comprar ações?

Algumas coisas devem ser consideradas antes de comprar ações. Aqui está uma lista de verificação útil para garantir que você considere as coisas importantes:

●    Determine seus objetivos para que você saiba no que está investindo (por exemplo, aposentadoria ou apenas para se divertir) e quanto você pode investir agora ou regularmente, sem afetar sua forma de viver.

●    Determine seu apetite pelo risco de acordo com seus objetivos, porque economizar para a aposentadoria é muito mais sério do que jogar no mercado para se divertir. Se você perder todo o seu dinheiro investido em “penny stocks” de risco, isso o deixaria na pobreza como um aposentado ou seria apenas um revés financeiro temporário?

●    Focalize-se no longo prazo (pelo menos +5 anos) é uma boa ideia ao investir em ações porque, apesar de quedas ocasionais e mercados em baixa, o mercado de ações até agora sempre se recuperou no final.

●    Diversifique seu portfólio para proteger ainda mais seu investimento. Mesmo que o mercado geral sempre se recupere, empresas individuais podem e vão à falência, portanto, distribua o risco por várias ações em diferentes setores.

●    Apenas invista em negócios que você entende de um ponto de vista fundamental (veja o próximo ponto), técnico (tabelas de preços) ou do consumidor (você gosta dos produtos da empresa). Faça sua pesquisa antes de colocar a mão na carteira!

●    Aprenda as métricas e os conceitos básicos para avaliar ações, como a relação P/L, rendimento de dividendos e outros “fundamentos” da empresa.

●    Considere o investimento num robô ou no copy trading, o que significa se beneficiar da experiência de traders experientes cujas negociações e investimentos são copiados e então replicados automaticamente em seu portfólio.

Dica de especialista para negociar ações

Considerando que os investidores de longo prazo devem se concentrar nos fundamentos da empresa para determinar o valor intrínseco, mas não realizado, de suas participações acionárias em potencial, não ignore os gráficos de preços de ações para ver como o preço de uma ação se comportou ao longo do tempo. Você pode ver um ciclo que o ajuda a cronometrar sua compra de ações ou pode ver que o preço das ações está em consolidação (ou seja, não caindo) a um preço mais baixo de todos os tempos, o que sugere mais lado positivo do que lado negativo.
- Richard Howse
Pronto para investir?

Por que comprar ações?

Além de entender como comprar ações, você vai querer saber por que deveria comprar ações. Aqui estão algumas das coisas que tornam o investimento em ações uma boa ideia.

Vence a inflação

O investimento em ações costuma ser descrito como uma proteção contra a inflação, mas o que isso realmente significa?

A inflação pode ser definida como uma redução no poder de compra por unidade de dinheiro, o que significa simplesmente que os preços da maioria dos bens e serviços sobem com o tempo. Quando você deposita dinheiro numa conta bancária, o poder de compra desse dinheiro diminui com o passar dos anos, a menos que a taxa de juros na conta seja maior do que a taxa de inflação do país. O efeito erosivo da inflação é ainda pior se você simplesmente colocar seu dinheiro debaixo do colchão e não receber juros.

Em teoria, as ações são uma boa proteção contra a inflação porque a compra de ações lhe oferece uma parcela das receitas de uma empresa e essas receitas devem acompanhar os preços ao consumidor. Em outras palavras, conforme os preços sobem, as empresas em que você investe devem ganhar mais dinheiro com a venda de seus produtos e serviços.

Neste gráfico, a linha vermelha mostra o poder de compra decrescente de $1000 se a inflação estiver na meta típica de 2%. A linha azul mostra como você gostaria que um investimento em ações de pelo menos $1000, superasse a inflação, se não aumentasse em valor.

Juros compostos

Quando os juros são pagos em sua conta de depósito bancário, os próprios juros acumulam mais juros durante os anos seguintes, desde que você não os retire. Isso é chamado de “compounding” e é o que Albert Einstein descreveu como “a oitava maravilha do mundo”.

Este gráfico mostra o compounding (composição) em ação: a diferença entre os juros compostos (se você deixar os juros em sua conta) e os juros simples (se você colocar os pagamentos de juros embaixo do colchão).

A má notícia é que as ações não pagam juros. A boa notícia é que muitos deles pagam dividendos, o que você pode considerar semelhante. Você pode se beneficiar do compounding se reinvestir seus dividendos - nas mesmas ações ou em ações diferentes - em vez de retirá-los.

Renda passiva

Alcançar retornos compostos reinvestindo dividendos é um exemplo de “renda passiva”, que é o dinheiro que você recebe por não fazer absolutamente nada, além de escolher as ações certas para comprar. Não sair para receber um salário por cada hora de trabalho ou por cada peça que produz é algo que muitas pessoas desejam, e é possível - senão fácil - através do investimento em ações. Também não é limitado pelo número de horas que você pode trabalhar ou pelo número de peças que você pode produzir por hora, por isso é escalável à medida que você compra mais ações.

Observe que estamos falando sobre como garantir uma renda passiva de investimentos de longo prazo com dividendos reinvestidos. A negociação do dia não conta como receita passiva, porque você tem que fazer isso ativamente para depositar muitos pequenos lucros durante o dia de negociação.

Como você ganha dinheiro comprando ações?

Existem duas maneiras de ganhar dinheiro com ações: ganhos de capital com a valorização do preço das ações, e sua participação nos lucros de uma empresa paga como dividendos. Vamos analisar cada um deles separadamente.

1. Ganhos de capital

Um ganho de capital é o dinheiro que você ganha quando vende uma ação por mais dinheiro do que pagou por ela, porque o preço da ação subiu nesse ínterim. Essa é a única maneira de os operadores de curto prazo ganharem dinheiro com ações, e os investidores de longo prazo podem ganhar ainda mais dinheiro esperando uma valorização ainda maior do preço das ações.

Se você tivesse comprado ações da Tesla em dezembro de 2019 e depois vendido suas ações em janeiro de 2021, teria feito um ganho de capital. Portanto, você não obtém um ganho de capital com a valorização do preço até que você realmente venda suas ações.

Quando você faz um ganho de capital, normalmente precisa informar as autoridades fiscais sobre isso para poder pagar algum imposto sobre ganhos de capital. No entanto, os investidores do Reino Unido podem evitar - não fugir! - de pagar imposto sobre ganhos de capital à Her Majesty’s Revenue and Customs (HMRC), mantendo investimentos em ações em Ações e Participações ISA ou em uma Pensão Pessoal Auto-investida (SIPP).

Em Portugal terá que preencher o anexo G da declaração anual de IRS. A tributação só será efectuada se a diferença entre as mais-valias (lucros) e as menos-valias (prejuízos) for positiva. Se o saldo das mais valias for inferior a 500€, há isenção de tributação.

Alguns investidores até mantêm investimentos em ações de longo prazo na forma de apostas de spread, que são classificadas como transações de jogo, de modo que não incorrem em impostos sobre ganhos de capital. No entanto, essa opção só é viável para investidores avançados que aprenderam sobre os perigos da alavancagem.

2. Dividendos

O investimento em ações paga dividendos, tanto metaforicamente quanto literalmente.

As empresas normalmente pagam uma parte de seus lucros semestralmente na forma de dividendos. Mas algumas empresas não fazem isso porque não estão maduras o suficiente para ter lucros previsíveis e optam por reter quaisquer lucros para financiar o próprio crescimento futuro.

Se a empresa na qual você escolheu investir paga dividendos, você pode considerá-los semelhantes aos juros que receberia se colocasse seus fundos de investimento numa conta de depósito bancário, em vez de comprar ações com eles. Neste contexto, o "rendimento de dividendos" de uma ação lhe dará uma boa ideia de quanto você poderia obter em retornos de investimento, em comparação com simplesmente colocar seu dinheiro no banco e receber juros.

Duas coisas que você deve ter em mente sobre os dividendos são:

● Fornecem renda além de quaisquer ganhos de capital da valorização do preço das ações.

● O rendimento do seu dividendo pessoal depende do preço que você pagou pela ação, portanto, uma ação de 200p por ação com um rendimento de dividendo de 5% estará realmente pagando um rendimento de 10% se você comprou a ação quando estava cotada a 100p por ação.

Como encontrar as melhores ações?

Você pode decidir que deseja comprar ações com alto rendimento de dividendos, ou ações com um preço mais baixo de todos os tempos, ou simplesmente ações de um determinado setor (como serviços financeiros) que você acha que estão subvalorizadas. Quaisquer que sejam seus critérios para selecionar certos tipos de ações, você pode usar um “rastreador de ações” fornecido pelo seu corretor da bolsa ou um dos principais sites financeiros para criar uma lista de ações correspondentes.

Este exemplo mostra como você pode usar o rastreador de ações do Yahoo Finance para criar uma lista de grandes bancos do Reino Unido.

Depois de derivar sua lista de ações, você pode clicar em cada uma para obter mais detalhes, verificar se ela se encaixa em seus critérios fundamentais (por exemplo, rendimento de dividendos) ou técnicos (por exemplo, preço). E se você usar o rastreador do seu corretor da bolsa, normalmente pode simplesmente clicar um botão para comprar as ações.

O que fazer a seguir para comprar ações?

Este guia ensinou como comprar ações por meio de um corretor da bolsa e por que você pode querer fazer isso a fim de garantir uma renda passiva ou construir um fundo de pensão. Mas o que você deve fazer a seguir?

Se você está pronto para investir agora, precisa se inscrever numa conta de negociação de ações de um corretor da bolsa, filtrar as ações disponíveis para aquelas em que está interessado e fazer pedidos para comprar cada uma das ações que deseja em seu portfólio diversificado.

Se você não estiver pronto para investir agora, pode ler nossos outros guias para se sentir mais confortável com o investimento e talvez começar "negociando em papel" usando uma conta demonstrativa do corretor da bolsa até se sentir confortável.

Perguntas frequentes

  1. As comissões caíram nos últimos anos, portanto, normalmente você pode comprar ações por algumas libras ou dólares por operação. Alguns corretores até vendem ações sem comissões, mas sempre vale a pena verificar se há um problema na forma de um amplo spread de compra e venda ou taxas extras para retirar o dinheiro que você ganha com seus investimentos.

  2. Normalmente, você compra ações por meio da conta indicada por um corretor da bolsa, o que significa que o corretor comprou as ações em seu nome. Embora o corretor seja o proprietário legal das ações (por isso seu nome aparece no registro de acionistas), você é o beneficiário para que seus fundos investidos sejam protegidos se o corretor vai à falência.

  3. Você só pode comprar ações durante o horário de negociação do mercado do país onde as ações estão listadas. Por exemplo, você pode comprar ações do Reino Unido das 8h00 às 16h30 durante a semana (exceto feriados). Você pode colocar ordens fora do horário para comprar ações na próxima abertura do mercado, mas você deve fazer isso usando uma “ordem limite” que garante que você não pague mais por suas ações do que realmente deseja.

  4. Nem todas as ações pagam dividendos nos primeiros anos, quando os preços e os lucros de suas ações tendem a ser voláteis. As empresas mais maduras, com muitos anos de existência em setores estabelecidos, são as que pagam dividendos.

  5. As ações são populares por diferentes motivos em momentos diferentes. Por exemplo, quando as taxas de juros estão baixas, os retornos potenciais de possuir ações parecem mais atraentes do que colocar dinheiro numa conta bancária. Na década de 1980, a propriedade de ações ganhou popularidade no Reino Unido quando o governo privatizou empresas anteriormente nacionalizadas, para que as pessoas comuns pudessem possuir ações de empresas familiares, como a British Gas e a British Telecom.

  6. Alavancagem significa basicamente comprar ações com dinheiro emprestado, o que pode amplificar seus ganhos (ótimo!), mas também suas perdas (não tão grandes). Você não precisa se preocupar com a alavancagem ao comprar ações por meio de um corretor de ações tradicional, mas tenha cuidado para não tomar inadvertidamente uma posição alavancada numa ação - por meio de um contrato por diferença (CFD) ou uma aposta de spread - ao usar uma plataforma de negociação online.

  7. Apostas spread e contratos por diferença (CFDs) são apostas alavancadas sobre se o preço das ações vai subir ou descer. Eles são chamados de “derivativos” porque são instrumentos financeiros derivados de ações, mas não significam possuir ações. Os derivados são perigosos se você não sabe o que está fazendo.

  8. Além de ações (também conhecidas como "títulos de capital"), existem outras classes de ativos nas quais você pode investir. Por exemplo, um corretor de ações deve permitir que você invista em "fundos" que são investimentos diversificados em ações que são oferecidos por gestores de fundos mediante o pagamento de uma taxa . Outros ativos incluem commodities como ouro, mas um corretor da bolsa normalmente não permite que você invista neles, exceto por meio de uma mercadoria negociada em bolsa (ETC) ou comprando um estoque de mineração de ouro para exposição indireta ao preço do ouro.