HomeEducaçãoO básico da análise fundamental

O básico da análise fundamental

A análise fundamental se esforça para determinar o valor intrínseco de um ativo por meio da análise da saúde e declarações financeiras de uma empresa, mas também de fatores mais amplos, como o estado da economia e o setor em que a empresa opera. Os investidores empregam regularmente a análise fundamental ao tentar identificar investimentos atraentes oportunidades.

O que é Análise Fundamental?

Preferida por alguns investidores e analistas, a análise fundamentalista tenta avaliar o potencial de um negócio com base em seus dados financeiros e não financeiros. É uma das principais métricas que os investidores analisam para mergulhar profundamente nas perspectivas de crescimento da empresa. Como tal, é um dos métodos mais comuns utilizados para encontrar boas oportunidades de investimento.

A análise fundamental é um processo longo e completo. Os investidores geralmente começam a realizar essa análise examinando fatores macroeconômicos, incluindo dados econômicos gerais e as tendências atuais em um determinado setor, mas também aspectos mais detalhados, como esforços estratégicos das empresas, políticas de negócios, gerenciamento e muito mais.

Quando se trata de ações, os investidores que dependem de análises fundamentais geralmente revisam dados como receita, lucro, retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) de uma empresa, margens de lucro e outras métricas importantes que ajudam a determinar o valor intrínseco de uma empresa, às vezes também chamado de 'valor real'. Observe que todos esses dados podem ser encontrados nas demonstrações financeiras de uma empresa.

A análise fundamental também é frequentemente vista como o oposto da análise técnica, que se baseia nos dados de volume e preço de segurança para identificar investimentos atraentes e possíveis pontos de entrada e saída.

Como a análise fundamentalista ajuda os investidores?

O principal objetivo da análise fundamental é determinar o valor intrínseco de um título. Se um investidor entende que o valor intrínseco de um título está acima do seu preço de mercado atual, isso significa que o título em questão está subvalorizado e normalmente é uma boa oportunidade de investimento. Nesse caso, o investidor compraria o título e o manteria até atingir seu valor intrínseco e depois o venderia para obter lucros.

Por outro lado, se um investidor entende que o valor intrínseco do título é inferior ao seu preço de mercado atual, isso significaria que o título está sobrevalorizado e, nesse caso, o investidor normalmente evitaria comprá-lo.

Portanto, a análise fundamental é um método comumente usado que ajuda os investidores a mitigar os riscos de investimento e tomar decisões baseadas em dados. A maioria dos analistas e investidores de Wall Street prefere a análise fundamentalista à análise técnica, mas há aqueles que tiveram sucesso na implementação de ambas.

Tenha em mente que a análise fundamental é mais útil para investimentos de longo prazo, em vez de day trading ou outras estratégias de investimento de curto prazo. A principal razão para isso é que às vezes pode levar meses ou até anos para que a segurança atinja seu valor intrínseco ou não o alcance.

É por isso que os investidores que confiam nos fundamentos das empresas para fazer um plano de investimento mantêm esse investimento por alguns meses ou anos, esperando que a empresa atinja o crescimento esperado no futuro.

Tipos de Análise Fundamental

Existem vários fatores fundamentais que analistas e investidores observam ao realizar suas análises, desde a saúde geral de uma economia até os lucros corporativos. Esses fatores são agrupados em duas grandes categorias conhecidas como análise fundamental quantitativa e qualitativa.

Como o próprio nome sugere, os fundamentos quantitativos representam números mensuráveis e características de uma empresa. Assim, a fonte mais importante de fundamentos quantitativos são as demonstrações financeiras de uma empresa, incluindo lucros, receitas e ativos, entre outros.

Por outro lado, os fundamentos qualitativos não são tão concretos e se relacionam mais com a natureza do negócio de uma empresa. Estes podem ser os membros da administração da empresa, patentes, tecnologia e similares.

O principal objetivo dos fundamentos quantitativos é fornecer aos investidores algo de valor que eles possam comparar com o preço atual do título, aproximando-os da determinação de seu valor intrínseco.

No entanto, uma desvantagem importante da análise quantitativa é que ela não leva em conta aspectos que não são tangíveis, como o valor fornecido pela liderança da empresa ou seus desafios regulatórios. É aqui que entra a análise qualitativa para avaliar o lado não numérico da empresa.

Embora sejam um pouco mais difíceis de medir, os fundamentos qualitativos são igualmente importantes. Por não serem tangíveis, esses fatores são principalmente subjetivos e representam diferentes ventos contrários e contrários que a empresa enfrenta. No entanto, é importante dizer que alguns fundamentos qualitativos deixam um impacto maior do que outros, e medir sua extensão é muitas vezes uma parte fundamental da análise qualitativa.

Alguns dos exemplos mais específicos de fatores qualitativos podem ser riscos legais que podem prejudicar a reputação de uma empresa, reformas gerenciais e seu impacto potencial, o relacionamento de uma empresa com seus parceiros e fornecedores, a satisfação ou descontentamento dos clientes com os serviços de uma empresa e similares.

Muitos acreditam que a forma mais eficaz de realizar a análise qualitativa é após analisar os fatores quantitativos. Isso porque o resultado final da análise qualitativa pode fornecer mais perspectiva para a parte quantitativa, permitindo que os investidores façam escolhas melhores e baseadas em dados.

Prós e contras da análise fundamental

Prós

Uma das principais vantagens da análise fundamentalista é sua abordagem mais ampla para avaliar uma empresa. Como já mencionamos acima, a análise fundamental abrange desde fatores mais amplos, como a saúde geral de uma economia e do mercado, até fatores mais específicos, como as demonstrações financeiras de uma empresa. Graças a isso, a análise fundamental ignora preconceitos pessoais, fornecendo aos investidores uma avaliação imparcial e razoável.

Além disso, o fato de abranger diferentes áreas e fatores também torna a análise fundamental particularmente útil para investidores de longo prazo. Essa abordagem permite que os investidores identifiquem os pontos fortes subjacentes de uma empresa que podem mostrar seu verdadeiro potencial no longo prazo e, finalmente, atingir seu valor intrínseco.

Contras

Como você deve ter adivinhado, a análise fundamental pode consumir muito tempo, especialmente quando comparada à análise técnica. A principal razão para isso é que analisar os fundamentos significa abranger dezenas de macro e micro fatores que são importantes para o desempenho de uma empresa.

Assim, se um investidor precisa decidir rapidamente seu próximo passo, a análise fundamental pode não ser a melhor escolha, pois levaria um certo tempo para cobrir todos os fatores, o que poderia levar a decisões tardias e oportunidades perdidas.

Conduzir a análise fundamental é mais fácil falar do que fazer, uma vez que é preciso avaliar tantos fatores e áreas diferentes ao mesmo tempo. Além disso, uma parte da análise fundamental é subjetiva, o que também pode se tornar uma desvantagem, pois pode-se combinar experiência pessoal e preconceitos para avaliar os inúmeros fatores qualitativos.

Conclusão

A análise fundamentalista é um dos métodos mais usados para avaliar a saúde financeira de uma empresa, seu setor e a economia em geral. Seu objetivo principal é determinar o valor intrínseco de uma empresa, também conhecido como 'valor real'. Embora muitas vezes seja preferível à análise técnica, isso não significa que a análise fundamental sempre será bem-sucedida porque os preços de mercado dependem de vários fatores diferentes.

Por esse motivo, investidores e analistas costumam combinar análises fundamentais, técnicas e quantitativas para avaliar o potencial de um negócio e suas perspectivas de crescimento.

Autor: Mircea Vasiu Atualizado: July 25, 2022