HomeEducaçãoComo funciona o mercado de ações

Como funciona o mercado de ações

O que é o mercado de ações?

O mercado de ações refere-se a um grupo de bolsas de mercado onde os investidores compram e vendem títulos, como ações e títulos da empresa. Em outras palavras, é um conjunto de bolsas onde as empresas listam suas ações e outros títulos e os disponibilizam para negociação pública.

Como funciona?

Para entender melhor como funciona o mercado de ações, vamos responder brevemente à seguinte pergunta - o que é uma ação?

Simplificando, uma ação é um título que tem um valor monetário e serve para representar a propriedade de uma empresa ou corporação. Ao comprar as ações de uma empresa, os acionistas ganham direitos de voto e uma reivindicação proporcional sobre o lucro dessa empresa por meio de ganhos de capital e dividendos. As ações também são conhecidas como ações ou ações.

Empresas e corporações vendem suas ações no mercado de ações para garantir financiamento para expandir seus negócios enquanto ajudam os investidores a aumentar ou sustentar sua riqueza. Dito de outra forma, listar suas ações no mercado de ações permite que as empresas levantem o financiamento necessário sem ter que assumir dívidas, oferecendo aos seus acionistas uma maneira de se tornarem mais ricos.

No entanto, as empresas também são obrigadas a divulgar certas informações sobre como administram seus negócios e permitir que seus acionistas sejam envolvidos nas decisões comerciais.

Investir no mercado de ações envolve um certo risco, mas quando feito corretamente, provou ser um dos métodos mais eficazes para aumentar a riqueza. Em vez de acumular seu dinheiro em casa, indivíduos ricos e investidores têm a maior parte de seu dinheiro investido em títulos financeiros.

Como se beneficia de investir no mercado de ações?

A resposta a esta pergunta é bastante simples. Os investidores compram ações das empresas, esperando que essas ações se valorizem ao longo do tempo e os ajudem a obter lucro em seus investimentos. Ao investir em uma empresa, os investidores fornecem às empresas o financiamento que podem usar para lançar novos produtos e crescer, tornando seus negócios e suas ações mais valiosos.

Além dos ganhos de capital, os investidores também podem se beneficiar por meio de dividendos. Os dividendos referem-se a uma distribuição dos lucros que as empresas fazem aos seus acionistas trimestralmente. É importante notar que nem todas as empresas pagam dividendos, mas principalmente aquelas que são financeiramente sólidas e bem estabelecidas em seus respectivos setores.

As empresas que pagam dividendos aos acionistas regularmente são conhecidas como ações de dividendos. Alguns investidores preferem comprar ações de dividendos porque oferecem uma fonte de renda confiável e constante.

Embora as ações possam afetar a riqueza dos investidores de forma positiva e negativa, é claro que o mercado de ações como um todo historicamente subiu ao longo do tempo, trazendo retornos médios anuais para os investidores de aproximadamente 10%.

Além de fornecer uma maneira de aumentar sua riqueza, os investidores também compram ações para diversificar seus investimentos, pois os investidores experientes geralmente preferem alocar seu dinheiro em diferentes mercados, como imóveis, ações, títulos e outros.

Como investir no mercado de ações?

As formas mais comuns de acessar e investir no mercado de ações incluem o uso de uma conta de corretagem. Uma das coisas boas de investir no mercado de ações é que quase qualquer um pode fazê-lo. Em outras palavras, você não precisa se tornar oficialmente “um investidor” para comprar ações da empresa.

Talvez a maneira mais popular de investir em ações hoje seja através de uma conta de corretagem. Os investidores podem facilmente abrir uma conta em uma das corretoras on-line, após o que precisam depositar dinheiro para poder começar a investir em ações. Essencialmente, o corretor serve como intermediário entre os investidores e as bolsas de valores onde as ações estão listadas.

Além de comprar ações de empresas individuais, os investidores também podem optar por investir em fundos mútuos, fundos de índices e fundos negociados em bolsa (ETFs), que representam veículos de investimento compostos por centenas de títulos individuais.

Os funcionários também podem investir no mercado de ações por meio do plano de poupança e investimento para aposentadoria 401(k), oferecido por seus empregadores. Esses planos geralmente oferecem aos investidores exposição a fundos mútuos.

Cada empresa listada na bolsa de valores tem seu próprio ticker, que representa uma combinação única de letras e números que serve para distinguir as ações publicamente disponíveis de uma determinada empresa em uma determinada bolsa de valores. Por exemplo, as ações da Microsoft estão listadas na bolsa de valores Nasdaq sob o símbolo “MSFT”.

O que é um índice do mercado de ações?

Além de acompanhar e comprar ações individuais, vários investidores também monitoram de perto os índices do mercado de ações. Um índice do mercado de ações é um índice que acompanha o desempenho de um grupo de ações selecionadas dentro de um determinado setor ou segmento de mercado, como saúde, energia, imóveis e tecnologia, entre outros.

Esses índices, também chamados de índices, rastreiam os preços das ações das empresas desse segmento específico e o movimento de preço de um índice representa o resultado líquido do movimento de cada ação rastreado pelo índice.

Alguns dos índices de ações mais populares incluem S&P 500, Dow Jones Industrial Average (DJIA) e Nasdaq Composite. O S&P 500 é um índice do mercado de ações que acompanha o desempenho das 500 maiores empresas sediadas nos EUA. O Dow Jones consiste em 30 ações de primeira linha listadas nas bolsas de valores dos EUA, enquanto o Nasdaq Composite rastreia quase todas as ações listadas na popular bolsa de valores Nasdaq.

Os investidores costumam olhar para o desempenho do índice S&P 500 porque muitos acreditam que é um dos melhores indicadores da saúde do mercado de ações. A razão para isso é que o S&P 500 segue as 500 maiores ações do mercado americano, ao contrário do DJIA, que acompanha o desempenho das ações apenas das 30 principais empresas americanas.

Além dos índices mencionados que acompanham o mercado mais amplo, também existem índices do mercado de ações que acompanham um setor de mercado específico. Os investidores podem comprar e vender índices por meio de mercados futuros ou ETFs, que rastreiam um determinado índice ou setor e podem ser negociados como ações individuais.

Indo a público

As empresas normalmente decidem abrir o capital porque eles precisam de quantias significativas de capital para continuar investindo em seus negócios e estimular ainda mais o crescimento. Garantir esse capital pode ser quase impossível a partir de operações comerciais regulares e é por isso que as empresas decidem listar suas ações, ou 'tornar o capital público', por meio de uma oferta pública inicial (IPO).

Por meio do IPO, uma empresa privada torna-se uma empresa de capital aberto, pois disponibiliza suas ações para negociação ao público em geral. Ao lançar um IPO, uma empresa lista suas ações em uma bolsa de valores específica, que representa essencialmente um mercado centralizado onde os investidores podem comprar e vender ações da empresa.

Quando as ações da empresa são lançadas em uma bolsa de valores específica (por exemplo, Nasdaq), as ações dessa ação começam a flutuar à medida que os investidores negociam ações continuamente.

Os preços das ações em um mercado de ações podem ser estabelecidos de várias maneiras, sendo a mais popular por meio de um leilão em que os investidores fazem ofertas para negociar as ações. O preço mais alto que um investidor está disposto a pagar por um título é conhecido como 'Bid' enquanto o preço pelo qual os vendedores estão dispostos a vender o título é chamado de 'Ask'.

Cabe ressaltar que quando um investidor compra ou vende ações de uma empresa cotada em bolsa, não as está negociando com a própria empresa, mas sim com outros investidores.

Resumo

Em termos leigos, o mercado de ações é onde as pessoas compram e vendem ações de empresas públicas. Os investidores se beneficiam do investimento em empresas públicas por meio de ganhos de capital e dividendos. Investir em ações está ganhando mais popularidade a cada ano, pois qualquer pessoa pode comprar ações de empresas de capital aberto hoje com o objetivo de obter lucros.

Autor: Mircea Vasiu Atualizado: August 8, 2022