HomeNewsBP vende sua participação de 20% na Rosneft da Rússia

BP vende sua participação de 20% na Rosneft da Rússia

Hassan Maishera

Algumas empresas ocidentais começaram a cortar relações com a Rússia após o ataque à sua vizinha Ucrânia.

Há algumas horas, a gigante britânica de energia BP anunciou haver vendido sua participação de 19,75% na Rosneft, uma empresa de energia com sede na Rússia.

A saída ocorre após o ataque da Rússia à Ucrânia, que começou há alguns dias. A BP é acionista majoritária da Rosneft desde 2013, mas agora está deixando sua posição na empresa russa. BP disse;

“O conselho da bp anunciou hoje que a bp deixará sua participação na Rosneft. A BP detém uma participação de 19,75% na Rosneft desde 2013. Além disso, o CEO da bp Bernard Looney está renunciando ao conselho da Rosneft com efeito imediato. O outro diretor da Rosneft nomeado pela bp, o ex-executivo-chefe do grupo bp Bob Dudley, também está se demitindo do conselho.”

A BP e seus executivos condenaram o ataque à Ucrânia, afirmando que é uma violação dos direitos humanos. O presidente da BP, Helge Lund, disse:

“O ataque da Rússia à Ucrânia é um ato de agressão que está tendo consequências trágicas em toda a região. A BP opera na Rússia há mais de 30 anos, trabalhando com brilhantes colegas russos. No entanto, esta ação militar representa uma mudança fundamental. Isso levou o conselho da BP a concluir, após um processo completo, que nosso envolvimento com a Rosneft, uma empresa estatal, simplesmente não pode continuar.”

A saída da BP da Rosneft ocorreu depois que ela enfrentou intensa pressão do governo do Reino Unido para cortar os laços com a empresa estatal russa controlada pelo setor de energia. De acordo com o The Wall Street Journal , autoridades britânicas acusaram a Rosneft de alimentar o avanço do Kremlin na Ucrânia.

O secretário de negócios do Reino Unido, Kwasi Kwarteng, ficou encantado depois que a BP anunciou sua saída da Rosneft. Kwarteng disse;

“A invasão não provocada da Ucrânia pela Rússia deve ser um alerta para as empresas britânicas com interesses comerciais na Rússia de Putin.”

Os negócios da BP podem ser atingidos após sua saída da Rosneft, já que a empresa russa contribuiu com cerca de um terço da produção de petróleo e gás da BP.