HomeNewsAcordo de US$ 44 bilhões do Twitter está suspenso, diz Elon Musk

Acordo de US$ 44 bilhões do Twitter está suspenso, diz Elon Musk


Elon Musk concordou anteriormente em adquirir o Twitter em um acordo no valor de US$ 44 bilhões.

O CEO da Tesla e da SpaceX, Elon Musk, revelou hoje cedo que o acordo de US$ 44 bilhões para adquirir a gigante de mídia social Twitter está suspenso. Musk citou os problemas com contas de spam como o principal motivo pelo qual o acordo está suspenso. Ele disse;

“O acordo do Twitter foi suspenso temporariamente até que os detalhes pendentes sobre se a quantidade de contas falsas/spam de fato representam menos de 5% dos usuários.”

Após este anúncio, as ações do Twitter caíram 17% durante o pregão de sexta-feira. No momento desta publicação, o TWTR está sendo negociado a US$ 37,40 após fechar acima de US$ 45 na quinta-feira.

O Twitter ainda não comentou a última declaração de Elon Musk.

A gigante da mídia social estimou no início deste mês que spam e contas falsas representam menos de 5% de seus usuários ativos diários monetizados no primeiro trimestre de 2022.

O Twitter acrescentou que a empresa atualmente enfrenta vários riscos até que o acordo com Musk seja finalizado. Alguns dos riscos incluem se os anunciantes continuariam a gastar dinheiro na plataforma.

Musk, a pessoa mais rica do mundo, delineou várias mudanças que pretende fazer assim que concluir a aquisição da empresa de mídia social. Na época, ele afirmou que uma de suas prioridades seria remover os “bots de spam” do Twitter.

A aquisição do Twitter por Musk vem do desejo de melhorar a plataforma. Ele apontou em várias ocasiões que o Twitter deveria ser uma plataforma construída com base na liberdade de expressão.

No início desta semana, Musk disse que reverteria o banimento do Twitter ao ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump quando concluir a aquisição da empresa, indicando sua intenção de cortar a moderação da plataforma.

O CEO da Tesla levantou fundos de vários investidores, incluindo a principal exchange de criptomoedas Binance, para financiar a aquisição do Twitter.